Celulite: Tudo o que você precisa saber

Aviso as minhas leitoras: Não existe sinônimo para a palavra celulite. Então durante esse texto vou usar umas expressões estranhas como“sinônimos” para a dita cuja. Por exemplo, ‘famigerada’, ‘inimiga número 1 das mulheres’, ‘infame’, etc. Nem podia ser menos, concordam? Mas, tenho certeza de que tais expressões não te deixarão perdida no texto porque você vai identificar imediatamente de quem estamos tratando. Para evitar qualquer dúvida, usarei aspas simples, ok?Ah, e se você conhecer um sinônimo pra ‘amiga da onça’, me conte nos comentários. Combinado?

O que é celulite?

É uma mistura de gordura e água infiltrada que resulta de um processo inflamatório. Para entender como ‘ela’ se forma, saiba primeiro que nossa pele é presa aos músculos por cordões fibrosos de colágeno. Quando as células de gordura se expandem, pressionam a derme para cima, formando alguns relevos entre esses cordões.O aspecto ondulado se dá porque os cordões fibrosos não acompanham a expansão da gordura e acabam “puxando” a derme para baixo. Nesse ponto é que se notam os tão temidos furinhos na pele.

Celulite-efeito-casca-de-laranja

Como a celulite se instala?

A ‘abençoada’ começa a dar o ar da graça a partir de um processo inflamatório que acontece no organismo. O processo inflamatório é causadopor uma combinação da má circulação local com a ingestão de determinados alimentos que impedem as células de exercerem suas funções, como por exemplo, eliminar as toxinas que resultam da digestão. Isso acontece quandodamos preferência para alimentos que, ao invés de trabalharem em prol do nosso organismo, trabalham contra ele. Eles “brigam” com nosso metabolismo, causando as tais inflamações.

Por essa razão, a primeira coisa a ser considerada quando se quer evitar ou minimizar os indesejáveis furinhos é uma mudança na alimentação, retirando-se os alimentos pró-inflamatórios e acrescentando os que tenham potencial anti-inflamatório e antioxidante. Para quem está acima do peso é importante também acrescentar alimentos que tenham propriedades termogênicas, pois eles aceleram o metabolismo, facilitando o processo de emagrecimento. Para exterminar os indesejáveis relevos na pele é primordial combater a gordura em excesso, eliminar as toxinas, diminuir o processo inflamatório, resolver a má circulação e melhorar a hidratação.

Portanto, não dá para pensar em melhora sem uma mudança na alimentação.

Causas da celulite

São diversos os motivos. Além da alimentação pró-inflamatória, alterações hormonais, problemas circulatórios, alergias alimentares, má digestão, distúrbios metabólicos crônicos, inatividade física e sedentarismo também podem potencializar o problema. Algumas mulheres têm predisposição genética, mas, segundo o Dr. Eduardo Raulino, da clínica Bioforma, essa predisposição genética não é determinante: “desenvolver a celulite depende muito das condições de alimentação e estilo de vida de cada pessoa”. A genética é tão somente um agravante no caso de não se adotar um estilo de vida saudável. Mesmo não tendo nenhum antecedente, muitas mulheres sofrem com o problema por não cuidarem da alimentação e não praticarem atividade física.

Graus da Celulite

Grau 1: Só é visível quando a pele é pressionada entre dois pontos ou contraída fortemente.Praticamente todas as mulheres têm esse grau a partir da adolescência, quando os hormônios femininos começam a se desenvolver.

Grau 2: Aparece levemente a olho nu, mas só mostra-se bem quando a pele é contraída. Aqui ainda não há inflamação do tecido e reverter o problema é bem mais fácil.

Grau 3: O aspecto irregular da pele aparece a olho nu. Além de horrorosa, a ‘infeliz’ dói bastante porque nesse caso já existe inflamação do tecido.

Fatores de risco

O principalfator de risco é uma alimentação pobre em nutrientes e rica em gorduras trans, sódio e açúcares. Mas, existem outros fatores que podem contribuir para o aparecimento ou agravamento do problema. Vamos a eles:

  1. Excesso de peso:Alimentação desregrada, salvo raras exceções, significa também excesso de peso. Quando há o ganho de peso, as células de gordura vão aumentando de volume e, nesse processo acabam por comprimir os vasos sanguíneos. A circulação fica prejudicada, o que faz com que a região afetada apresente uma temperatura ligeiramente mais baixa.
  2. Sedentarismo:Além de emagrecer, um dos grandes benefícios das atividades físicas é promover a circulação sanguínea. Portanto, o sedentarismo agravao a situaçãona medida em que potencializa o ganho de peso e não ajuda em nada na circulação. Principalmente a partir dos 30 anos, a atividade física é imprescindível. Ela promove a tonificação muscular, o que minimiza a aparência de relevo na pele.
  3. Cigarro: No caso do cigarro, é a microcirculação periférica que fica prejudicada. A pele recebe menos oxigenação e em consequência disso, o metabolismo diminui o ritmo. Além disso, o cigarro piora muito o aspecto da pele no geral.
  4. Roupas muito justas ou apertadas:Calças jeans muito justas pressionam a região e diminuem a circulação local, piorando o que já não está bom. Isso dificulta a oxigenação local, agravando o problema.
  5. Estresse:O cortisol é um hormônio do mal, que é liberado a partir do estresse. Ele aumenta a retenção de água e a quantidade de radicais livres. A retenção de água piora tudo, pois o ideal seria haver uma drenagem perfeita dos líquidos, e isso não é o que acontece. A circulação está prejudicada pela compressão das células gordurosas, lembra? Quanto aos radicais livres, apesar de terem papel importante no metabolismo, podem danificar células sadias do corpo.
  6. Alimentação inadequada:Além dos problemas inflamatórios causados pela má alimentação, há que se cuidar com o excesso de sódio. O sódio é o vilão da celulite. Ele aumenta a retenção de líquidos e diminui a circulação. E o que precisa ser feito é exatamente o contrário: aumentar a circulação e drenar o líquido acumulado.
  7. Baixa ingestão de líquidos: Sem a ingestão recomendada de líquidos, não há sustentação para as reações celulares e a limpeza do organismo, funcionamento dos rins e eliminação de toxinas. Tudo isso é péssimo para o seu metabolismo e consequentemente, favorece o aparecimento dos benditos furinhos.

Mitos e verdadessobre a ‘inimiga número 1 das mulheres’

  • A gelatina reduz o problema: O colágeno sim.Uma ingestão pequena de colágeno melhora, em longo prazo, o aspecto da pele.
  • Cremesacabam com “ela”. O creme é tão somente um complemento que ajuda a melhorar o aspecto, a hidratação e a textura da pele.
  • Pessoas magras não a têm. A ‘infame’é quase certa em pessoas com sobrepeso ou obesas. Mas, pessoas magras também podem se alimentar inadequadamente. O fato de comerem errado e não engordarem não as livra dos processos inflamatórios, um dos principais responsáveis pelo início do problema.
  • Refrigerante faz mal. Quando normal, o refrigerante tem bastante sódio e um exagero de açúcar (pode, inclusive, desencadear a obesidade). Quando zero ou light, não tem açúcar, mas tem muito mais sódio que o refrigerante normal(verifique o rótulo para comprovar). E o sódio, como já vimos, é o vilão da pele lisinha.Além disso, para retirar o açúcar do refrigerante sem cortaro paladar doce, a indústria tem que acrescentar mais de uma dezena de produtos químicos, que são substâncias estranhas ao nosso organismo, e portanto, podem provocar micro lesões que desencadeiam os processos inflamatórios.
  • Álcool aumenta o problema: As bebidas fermentadas e destiladas contêm alguns antioxidantes que, quando consumidas com moderação, ajudam a cuidar do coração. No entanto as bebidas alcoólicas têm uma quantidade muito elevada de calorias. Quando ingeridas em excesso, elaspromovem o ganho de peso e, aí já viu, né?
  • Com o avanço da idade, o problema se agrava. Que ódio! Isso é consequência na mudança hormonal e da perda do tônus muscular. Por isso o exercício é tão importante. Quanto mais tonificado o músculo, mais ele esconde o que tem embaixo da pele.
  • Massagens acabam com ‘ela’.As massagens agem temporariamente porque estimulam a circulação local e reposicionam as células de gordura. Mas, o efeito não é definitivo.
  • Celulite não tem cura. Há formas de melhorar muito o aspectoda pele, de manter esse estado e até de fazer a ‘megera’ desaparecer de uma vez por todas. Mas, esse resultado depende de se manter uma alimentação saudável e prática de exercícios específicos com regularidade. Quando se abandona esses cuidados, os ‘malditos furinhos’voltam com tudo.

Como tratar o problema

Existem duas formas de se tratar a celulite e elas são complementares. Uma é atacando a causa, outra é tratando os sintomas. Atacar a causa significa mudar o estilo de vida.Uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos são o ponto de partida para exterminar essa inimiga.Se estou repetindo isso demais? Sim, estou. Isso é porque se não for assim, você vai ter que se contentar em conviver com o seu pesadelo. Sem mudar a alimentação e sem praticar exercícios físicos, esqueça! O tratamento dos sintomas, feito por clínicas de estética,não trará benefício algum.

Mas, lembre-se de que emagrecer não é suficiente. É possível emagrecer sem melhorar a alimentação; basta diminuir as calorias ingeridas. Só que isso não resolve o problema da inflamação dos tecidos, e portanto, não tem ação efetiva contra a celulite.Para tratá-la verdadeiramente é preciso adotar uma alimentação anti-inflamatória e praticar exercícios físicos regularmente.

Para acertar na alimentação priorize os seguintes alimentos:

Proteínas: A proteína de carne branca, especialmente a sem gordura, aliada a exercícios, promove o fortalecimento muscular e contribui para o emagrecimento.

Já o salmão contém proteínas e gordura ômega 3, que combatem a inflamação das células e é rico em vitaminas do complexo B.

As proteínas vegetais também são importantes porque são ricas em fibras. Promovem o bom funcionamento intestinal e a eliminação de toxinas, melhora a resposta glicêmica diminuindo a produção de insulina. Tudo isso é importante para que o metabolismo funcione como um relógio.

Iogurtes contêm probióticos e lactobacilos e também são indicados para complementar uma dieta anti-inflamatória.

Hortaliças à vontade: Quanto mais, melhor. Esse grupo de alimentos é um dos poucos que se pode usar e abusar.

Termogênicos e digestivos: canela (diminui a ação da insulina); hortelã (age no sistema digestivo), óleo de coco, arroz integral; missô (pasta de soja fermentada). Todos esses alimentos ajudamno trânsito intestinal, além de desintoxicar e desinchar.

Antioxidantes: pimenta vermelha; chá verde; peixes; óleo e semente de linhaça; semente de chia; azeite extra virgem; oleaginosas (amêndoa, castanhas e nozes); abacate (fonte de ácidos graxos ômega 9). Esse grupo de alimentos é especialmente indicado numa dieta anti-inflamatória. Eles são ricos antioxidantes ou em ômegas 3, 6 e 9 que combatem as inflamações.

Diuréticos:Chá verde (sim, ele é diurético e poderoso antioxidante); chá de chapéu de couro; centella asiática; quebra-pedra; hibiscus; cabelo de milho e cana do brejo. A quantia recomentada é 1 litro por dia, fora das refeições. São diuréticos ainda o suco de limão, a abóbora, o agrião, a escarola, a salsinha, o broto de feijão, o aipo e o pepino. Todos esses alimentos judam na eliminação de toxinas.

Alimentos proibidos

Estão proibidos todos os alimentos que possam promover o aumento de peso e que também sejam pró-inflamatórios como frituras, refrigerantes, massas brancas, sorvetes de massa, doces, biscoitos recheados, macarrão instantâneo, cereais refinados (trigo e arroz), açúcar branco e praticamente todos os alimentos industrializados.

Hábitos saudáveis de vida

A ‘infeliz’ vai e volta. Isso porque ela é o reflexo do que está acontecendo internamente com o seu organismo. A nutróloga Liliane Opermann diz que se você desenvolveu o problemaé possível que seu coração não esteja bom, que sua glicemia esteja alta, assim como o seu colesterol. Portanto, não basta evitar o que é ruim para o seu corpo. É preciso fazer tudo o que é considerado bom. Isso significa(de novo) mudar os hábitos alimentares e incluir atividade física com regularidade. Sem isso, sua celulite não vai ceder. Mas, quando ela começar a te abandonar, esteja certa que você parou de “brigar” com seu organismo. Aí é só manteros hábitos e ele vai retribuir esse carinho trabalhando a favor da sua saúde e da sua beleza.

Assista ao vídeo abaixo para saber mais:
adeus-celulite-joey-atlas

Submit your review
1
2
3
4
5
Submit
     
Cancel

Create your own review

Average rating:  
 1 reviews
Sempre tive dúvidas com Celulite

Muito Bom o Artigo, foi esclarecedor!

Livro Emagrecer De Vez. É POSSÍVEL SIM!

Natália Palucio

Blogueira, Geek e nutricionista no dia a dia, aqui é onde posto dicas de alimentação, moda, saúde, dieta, comportamento, beleza e etc... Não perca meus próximos posts!!!

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*